Sabrina Barrios talks about Feixe (Beam, 2018) at Casa Amarela Providência

In this video (PT only) I talk about my experience living in a favela (slum) in Rio de Janeiro, Brazil, where I’ve immersed myself to understand the lives of those who are never heard.

/// Sobre a minha vida na favela da Providência (Rio) e o que eu aprendi morando lá. Tudo traduzido em arte–que cumpre seu papel de resistência e grita alto por democracia.

Video: Crio.Art

Trilogia no Rio de Janeiro

A artista plástica Sabrina Barrios conta sua história de imersão no Rio de Janeiro, onde vive entre a zona sul carioca e a comunidade da Providência.

Algumas rotas para Portais e Planos de Fuga–por Daniela Mattos

sabrina_dani_001sabrina_dani_002sabrina_dani_003sabrina_003

A artista e curadora Daniela Mattos acompanhou Sabrina Barrios durante a sua residência na Despina (Rio de Janeiro, Agosto de 2018).

Algumas rotas para Portais e Planos de Fuga
por Daniela Mattos

A artista Sabrina Barrios vem desenvolvendo sua pesquisa artística com muitas intensidades: algo de um feminino selvagem e alquímico (tramando o que dá corpo e materialidade às instalações, pinturas e objetos); com o rigor projetivo de seus desenhos; com suas pesquisas que imbricam teoria da conspiração, aspectos formais (mas não literais) que remetem à questões identitárias e históricas de brasilidade; com tantas outras velocidades que não caberiam aqui, talvez por sua natureza conceitual e poética quase holográfica.

Nas obras que Sabrina apresenta como parte de sua residência na Despina – talvez presente em toda sua produção em arte – há algo que nos engana, o que nosso olhar encontra ali muda a cada vez, a cada luz, a cada estado de corpo que a artista nos convoca e provoca, mas não nos obriga a ter.

Nas rotas traçadas ali, nada está dado, “você vê o que quiser, o quanto estiver disposta a captar”, ela nos diz. O que cabe a nós, portanto, é abrir nossa potência vibrátil à alquimia das formas, linhas e planos, decidindo como entraremos pelos portais que estes trabalhos engendram e escolhendo nossas próprias cartografias e planos de fuga.