Sabrina Barrios talks about Feixe (Beam, 2018) at Casa Amarela Providência

In this video (PT only) I talk about my experience living in a favela (slum) in Rio de Janeiro, Brazil, where I’ve immersed myself to understand the lives of those who are never heard.

/// Sobre a minha vida na favela da Providência (Rio) e o que eu aprendi morando lá. Tudo traduzido em arte–que cumpre seu papel de resistência e grita alto por democracia.

Video: Crio.Art

Advertisements

Feixe

Feixe_Lua_02bxFeixe_Lua_03bxFeixe_Lua_07bx

Há alguns meses venho subindo o morro da Providência (Rio de Janeiro), para entender um mundo até então tão distante. Aí eu mudei para lá e vivenciei uma outra realidade. Dessa experiência nasceu a obra Feixe (2018), uma experiência imersiva de 4 andares no Morro da Providência, criada com muito suor e com a indispensável ajuda das crianças da comunidade.

Para quem tiver no Rio (principalmente no centro): não esqueça de olhar para a lua!

Algumas rotas para Portais e Planos de Fuga–por Daniela Mattos

sabrina_dani_001sabrina_dani_002sabrina_dani_003sabrina_003

A artista e curadora Daniela Mattos acompanhou Sabrina Barrios durante a sua residência na Despina (Rio de Janeiro, Agosto de 2018).

Algumas rotas para Portais e Planos de Fuga
por Daniela Mattos

A artista Sabrina Barrios vem desenvolvendo sua pesquisa artística com muitas intensidades: algo de um feminino selvagem e alquímico (tramando o que dá corpo e materialidade às instalações, pinturas e objetos); com o rigor projetivo de seus desenhos; com suas pesquisas que imbricam teoria da conspiração, aspectos formais (mas não literais) que remetem à questões identitárias e históricas de brasilidade; com tantas outras velocidades que não caberiam aqui, talvez por sua natureza conceitual e poética quase holográfica.

Nas obras que Sabrina apresenta como parte de sua residência na Despina – talvez presente em toda sua produção em arte – há algo que nos engana, o que nosso olhar encontra ali muda a cada vez, a cada luz, a cada estado de corpo que a artista nos convoca e provoca, mas não nos obriga a ter.

Nas rotas traçadas ali, nada está dado, “você vê o que quiser, o quanto estiver disposta a captar”, ela nos diz. O que cabe a nós, portanto, é abrir nossa potência vibrátil à alquimia das formas, linhas e planos, decidindo como entraremos pelos portais que estes trabalhos engendram e escolhendo nossas próprias cartografias e planos de fuga.

Light Paintings–FRESH WORK!

Off the Grid (2018) | Acrylic, pastel, charcoal and LED light on canvas | 150x130cm
OffTheGrid_bxIMG_9983_bx

As Above So Below (2016–18) | Acrylic, pastel, charcoal and LED light on canvas | 100x100cm
AsAboveSoBelow_bx_MG_7525_bx

Work developed in Rio de Janeiro during 2 art residencies: Marques456 (Gávea) and Despina (Lapa); between April and August, 2018
IMG_3189

Plano de Fuga on view in Rio de Janeiro

_MG_7147_bx_wppl_MG_7110_bx_MG_7270bx_MG_7275bx

On view at Marques456
Marques de São Vicente, 456, Gávea, Rio de Janeiro, BRA

Finissage on August 18th, Saturday, 4–8pm
All invited!

Brasil Despedaçado (WiP)

_MG_6619bx

Brasil Despedaçado (Shattered Brazil) is a sculpture that depicts the Brazilian flag in pieces–due to the political crisis happening in the country. It is part of a bigger installation, to take place in a bunker in Rio, built by a diplomat in the 70’s to escape the military dictatorship that lasted 21 years (1964–1985).

SAVE THE DATE: July 21st
At Marques456, Gávea, Rio de Janeiro, Brazil